quinta-feira, novembro 09, 2006

CONTAGEM REGRESSIVA PARA CRISE INFINITA # 4

Photobucket - Video and Image Hosting
Talvez tenha sido meu bom humor, mas achei que essa edição de CRCI teve uma subida de nível. Projeto OMAC continua sendo a melhor das quatro séries. Depois da morte de Maxwell Lord pelas mãos da Mulher Maravilha (mostrada em Superman # 47), um plano de contingência é posto em ação e os OMACs entram em ação para eliminar o Xeque-Mate. Novamente bom roteiro do Rucka e bons desenhos da dupla Saiz/Richards.
Dia de Vingança, até então a pior série dessa Contagem, melhorou sensivelmente, devido principalmente à participação do Detetive Chimp (nessa edição nos foi apresentada a origem do personagem), trazendo boas doses de humor a trama. A interminável luta entre o Capitão Marvel e o Espectro sofreu uma pausa para ambos recuperarem suas energias. Agora vamos saber o que essa tal de Alice Sombria vai fazer. O Willingham está longe do brilho de Fables, mas parece que aprendeu a não levar essa série a sério (com o perdão do trocadilho). Os desenhos do Justiniano não cheiram nem fedem.
Em Vilões Unidos, o Sexteto Secreto vem parar no Acre (no Acre!) para atacar uma instalação da Sociedade dos Vilões. No caminho eles libertam o Nuclear (ué, ele não tinha morrido?!), que servia como fonte de energia para o local, e ficam sabendo dos planos do grupo de Luthor e cia. Não vai mudar sua vida, longe disso, mas a série, escrita por Gail Simone e desenhada por Dale Eaglesham, diverte.
Já falei aqui antes que não sou muito fã dessas sagas cósmicas. E pior quando o roteirista não se dá o menor trabalho de tornar a leitura agradável. Guerra Rann/Thanagar sofre exatamente do mesmo mal, com os textos totalmente sem inspiração do Gibbons. É muita coisa acontecendo ao mesmo tempo, mas, curioso, a trama não avança. Bem, ao menos temos os desenhos competentes de Ivan Reis e Joe Prado.

3 comentários:

Marlo disse...

O Nuclear que aparece em Vilões Unidos já é o novo, um rapaz negro chamado Jason Rusch. Ainda não tivemos (e olhe lá se tivermos) histórias dele publicadas por aqui. Foi Ronnie Raymond que morreu em Crise de Identidade.

Rodrigo disse...

Até ler o comentário do Marlo, também estava me fazendo a mesma pergunta sobre o Nuclear... Resta saber se seremos apresentados devidamente ao personagem.

B0bY disse...

Não sei porque mas acho difícil sair alguma coisa do Nuclear aqui. No mais, a revista deu uma melhorada nessa edição e Dia de Vingança, por mais que eu desencane, não consigo esquecer que era a que eu mais esperava e é a mais cocô, só se salva o Chimp mesmo...