quarta-feira, novembro 08, 2006

MAGNÓLIA

Photobucket - Video and Image Hosting
Da série “finalmente assisti”. Depois de inúmeras chances perdidas de ver pela tv por assinatura, onde foi reprisado várias e várias vezes, nesse fim de semana peguei o DVD de Magnólia. Com o Marcelo Costa (dos blogs Calmantes com Champagne e Revoluttion e editor do Scream & Yell, todos linkados à direita), um dos meus escribas favoritos, sempre arrumando uma desculpa para elogiar o filme, eu mesmo não pude mais arranjar minhas desculpas para não assisti-lo. Apesar de não ter achado tudo aquilo que o Marcelo achou do filme, gostei bastante, e entendi por que a crítica se dividiu bastante à época de seu lançamento. Não é um filme fácil. São mais de 3 horas de exibição (eu mesmo dividi em três sessões para assistir, cada uma com cerca de uma hora) duma trama que você não entende bem qual é, com vários protagonistas dividindo a tela (e sua atenção), e ligados apenas por um game show na tv. Mas chegando ao final do longa, o telespectador é presenteado com um grande filme, com atuações destacadas dos atores (incluído o hoje insuportável Tom Cruise, que concorreu ao Oscar pelo seu trabalho aqui) e um trabalho de direção soberbo de Paul Thomas Anderson (o mesmo de Boogie Nights). Ah, e tem a cena inesquecível da chuva de sapos (isso mesmo, literalmente), que entra para a antologia de melhores cenas já feitas para a sétima arte. Embalando tudo isso a bela trilha sonora feita pela Aimee Mann (vou prestar mais atenção no trabalho dela daqui para frente). Enfim, é menos um da lista de (grandes) filmes ainda por assistir.

Ouvindo o CD Infernal Love, do Therapy?

3 comentários:

Marlo disse...

Assim, ó... o filme é tocante, chocante e incômodo. Eu adoro, mas, não vou fingir que entendo! =) Acho que preciso assistir de novo pra saber bem qual é a dele.

Gerlande Diogo disse...

Esse eu tenho que ver.

Roquenrou, ouvindo black crowes - rainy day women #12 & 35 disse...

Fala, Paranois! Como tá? Qdo vi Magnólia, ainda não tinha lido nada a respeito do filme... Chapei... Desde então, um dos meus preferidos. preciso revê-lo... Qto a Aimee Mann, ouça imediatamente! A garota é demais... Mandou bem no infernal love. ;) Témais.