domingo, novembro 20, 2005

HQ - ÚLTIMA LEITURA RECOMENDÁVEL

CRISE DE IDENTIDADE #3
Image hosted by Photobucket.com
Ocupadíssimo me preparando para o concurso, mas arranjei um tempinho para ler a terceira parte desta minissérie que está abalando o universo DC. Mas se meu intuito ao resolver ler o gibi foi relaxar, tirar um pouco a cabeça dos estudos, bem, seria melhor ler outra coisa, porque Crise de Identidade não é leitura para isso.
Bem, metade desta edição é gasta mostrando o pega entre os integrantes (pelo menos alguns deles) da Liga da Justiça e o Exterminador. Não conheço muito o vilão, então não posso dizer se exageraram ou não seus poderes para quase dar conta de todos os heróis. Mas mesmo assim, foi bem bolada a briga. Depois temos uma conversa entre o Arqueiro Verde e o Flash, onde mais segredos sórdidos do passado da Liga são revelados. Aí fica a pergunta: será que o Superman, que estava ali pertinho, com sua superaudição, ouviu tudo? Bem, se ouviu, só saberemos nos desdobramentos da série, que comina em Crise Infinita, que está sendo publicada agora nos EUA, pois pelo que me lembro, este fato não foi mais mencionado em Crise de Identidade (lembrando que já li os scans no começo do ano). Aliás, já viram a quantidade de revistas que serão canceladas nos States depois de todos estes eventos? Flash, Gotham Knights, Superman, Wonder Woman etc.
Mais uma vez o roteirista Brad Meltzer (que assinou um contrato de exclusividade com a DC, eba!) dá uma aula de narrativa, com ótimos diálogos. E os desenhos do Rags Morales continuam competentes, mas precisa melhorar ao retratar o Superman, que ficou meio estranho.
Enfim, mais uma excelente edição. Já se foram três, faltam quatro.

3 comentários:

Mestre Chang disse...

Eu tb não sou um especialista em DC, mas achei exagerada a luta do Exterminador. Pô, ele deu um pau em todo mundo...

Gerlande Diogo disse...

Com Crise de Identidade não dá pra relachar não.

Rodrigo disse...

O Exterminador é um dos vilões mais fodões do UDC, pode ter certeza de que o embate contra a Liga não foi forçado. Repare que Ollie comenta sobre as capacidades do oponente enquanto rola o quebra-pau. Slade Wilson é um oponente constante nas histórias dos Titãs, talvez por isso não seja tão popular como o Coringa ou Lex Luthor, mas Meltzer soube aproveitar muito bem o cara. Quanto ao fato das revelações no diálogo entre Wally e O Arqueiro deixa claro que o Super é um hipócrita, pois o comentário sobre ouvir o que quer é direto pra ele. Não é à toa que a trama é tão boa...