sábado, março 25, 2006

RÁPIDO & RASTEIRO

Já ouviram falar do Satanique Samba Trio (ou SS3)? Pois é, eu também não, até ler uma matéria na Bizz desse mês. Trata-se de uma banda de Brasília, que faz uma mistura de música erudita, MPB e punk, e tem, entre seus integrantes, um cara que sofre de transtorno bipolar. Bem, falta ouvir o som dos caras, mas pelos títulos de suas músicas, parece ser bom. Olha só: “Kit de Amputação Asa-sulista”, “Canção pra Atrair Má Sorte (Ato 6)”, “Todos os Santos na Grelha”, “Salve Satã e Ponto Final” e “Auto-retrato em Tripa de Cachorro”. A conferir.
Falando na Bizz, na seção Cabra Cega, o maestro Julio Medaglia meteu o pau em “Paranoid Android”, canção do Radiohead que inspirou meu nick, chamando a música de sem vergonha, que não tem muita graça e imaginação. E ainda falou mal do Portishead, vê se pode! Quer saber? Foda-se, maestro! Um cara que trata música como equação matemática não pode ser levado a sério. Música é pra ser ouvida com o coração. Como disse Chico Science na abertura do álbum Da Lama ao Caos: “Cadê as notas que estavam aqui? Não preciso delas! Basta deixar tudo soando bem aos ouvidos”.

2 comentários:

Gerlande Diogo disse...

É música ou aula de matemática?

FELICIO disse...

Eu conheço! É a melhor banda do Brasil disparado! DF FOREVER !!!