quinta-feira, dezembro 01, 2005

O NASCIMENTO DO PEARL JAM

Image hosted by Photobucket.com
O Pearl Jam é filho direto do Green River, antiga banda punk de Seattle. Na formação do Green River estava dois futuros integrantes do PJ: o baixista Jeff Ament e o guitarrista Stone Gossard. O Green River ainda tinha na formação Mark Arm nos vocais, Steve Turner na segunda guitarra e o baterista Bruce Fairweather. A banda lançou dois álbuns, Come On Down, de 1985, e Rehab Doll, de 1988, encerrando as atividades em seguida. Mark Arm e Steve Turner montaram o Mudhoney (aliás, é o Mudhoney que está abrindo os shows do PJ no Brasil). Jeff Ament e Stone Gossard formaram o Mother Love Bone, banda que durou bem pouco tempo, devido à morte por overdose do seu vocalista, Andrew Wood, em março de 1990. Chris Cornell, ex-Soundgarden e atual vocalista do Audioslave, que era amigo de Andrew, sugeriu um tributo ao falecido cantor. Surge então o Temple Of The Dog, que reuniu integrantes do Mother Love Bone e do Soundgarden, trazendo também nos vocais o então novato da turma Eddie Vedder, que foi recrutado através de um anúncio de jornal. Este supergrupo lançou um disco homônimo de grande sucesso, puxado pela música “Hunger Strike”. Chris Cornell resolve então se dedicar totalmente ao Soundgarden. Ament e Gossard decidem então chamar Vedder para formar uma nova banda, chamada inicialmente de Mookie Blaylock, passando a se chamar pouco tempo depois de Pearl Jam. O primeiro álbum desta nova banda é lançado em 23 de agosto de 1991, colocando as músicas “Alive”, “Even Flow” e “Jeremy” nas paradas do mundo todo. O resto é história...

Um comentário:

Gerlande Diogo disse...

História épica essa do Pearl Jam