quarta-feira, julho 25, 2007

20 DISCOS QUE MUDARAM O MUNDO pt.8

(texto extraído da revista ZERO nº 8)



THE STOOGES
RAW POWER


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Lançamento: 15 de junho de 1973
Nas paradas: nº 182 no Top 200 da Billboard
Algumas influências: Velvet Underground, The Sonics, Trashmen, Led Zeppelin, The Beatles, Rolling Stones, The Who, The Kinks
Alguns influenciados: Ramones, Motörhead, Red Hot Chili Peppers, Sonic Youth, The Clash, The Strokes, Slayer

Os integrantes dos Stooges podem ser considerados os reis do timing às avessas – eram os caras errados, no local errado, na hora errada. Já haviam feito dois discos excelentes – The Stooges (69) e Fun House (70) – e estavam à beira do colapso quando David Bowie os jun-tou num estúdio para produzir o grito de morte da banda, Raw Power (73).
E como um animal agonizante, a banda morde quem está mais próximo – desde a primeira faixa, o convite ao apocalipse “Search And Destroy”, passando pelos recados diretos “Gimme Danger”, “Your Pretty Face Is Going To Hell” até o último suspiro com “Death Trip”.
Como muitas obras geniais, passos à frente do seu tempo, Raw Power ganhou o devido reconhecimento anos depois, no final dos 70, quando o punk que haviam criado explodiu. A ponto de o ex-vocalista dos Ramones, Joey Ramone, resumir: “Se você quer o melhor para ouvir, entre em uma loja de discos e compre tudo o que puder dos Stooges”.

Efeitos no Brasil: Como no resto do globo, Raw Power teve mais efeito no país no final da década de 70, quando explodiu o punk rock. Os ecos perduram até hoje, com a nova cena rocker, encabeçada por bandas como Forgotten Boys e Thee Butchers’ Orchestra.
Enquanto isso…: Para comprovar como eles estavam fora do tempo, quem reinava naquele junho de 73 era o amor em verso e prosa dos ex-Beatles – “My Love”, com Paul McCartney e seus Wings, e “Give Me Love (Give Me Peace On Earth)”, de George Harrison. O especial Aloha From Hawaii, de Elvis Presley, é transmitido pela TV e assistido por mais de um bilhão de pessoas. O Brasil vive o período do “milagre brasileiro”.

2 comentários:

Anônimo disse...

Eduardo Cyrillo:Aumenta que isso aí é ROCK'N'ROLL!!!!!!!!

The Batman disse...

Com ou sem Stooges, Iggy Pop é mais uma daquelas lacunas no meu conhecimento pop. Só conheço "Lust For Life", "Candy" e "Well Did You Evah" (com Debbie Harry, no Red Hot + Blue). Pena que ele goste tanto de tirar fotos. Argh! =)