sábado, outubro 28, 2006

LIKE A ROLLING STONE

Photobucket - Video and Image Hosting
Comprei ontem o primeiro número da versão brasileira da famosa Rolling Stone. Mal comecei a ler, mas dei uma folheada atenta e babei! Formatão, 140 páginas, sendo 102 delas editoriais (eu disse que folheei atentamente), muito texto (mesmo) e só R$ 8,90 (a Bizz, com 84 páginas e formato menor, custa R$ 9,95). E olha quem está no conselho editorial da revista: Reverendo Fábio Massari! (Hoje qualquer um é Mestre, mas para receber a alcunha de Reverendo, só o Massari, VJ dos bons tempos da MTV). No recheio dessa edição de estréia (ou reestréia, já que a RS teve sua versão pirata em terra brasilis na década de 70) tem Bob Dylan, Jack Nicholson, Slayer, Mariana Ximenes, New Order, especial sobre o estado do Acre, a “nova” velha cara do Congresso Nacional, entre outras coisas apetitosas. Apetitosas como a Gisele Bündchen na capa, como você pode conferir na imagem acima.
A aposta nessa Rolling Stone Brasil é alta. A tiragem da estréia é de 100 mil exemplares, uma monstruosidade nesses tempos de competição acirrada com a Internet. Os anunciantes arriscaram, são cerca de 40 páginas de propagandas, e de marcas grandes, como Philips, Toyota, Terra, Chevrolet, Samsung e Mizuno. Tem tudo para dar certo, e estou torcendo por isso.
Como?! Concorrência com a Bizz? Que nada, creio que a Rolling Stone chegou para somar. Há pouco mais de um ano não tínhamos opção de revistas de cultura pop. Hoje, temos duas ótimas revistas mensalmente nas bancas. Eu, pelo menos, vou comprar ambas.
Para terminar, duas coisinhas. O formatão (o mesmo da edição americana) dificulta o manuseamento da revista, e conseqüentemente facilita que ela se amasse, mas são males menores perto do que a RS tem de positivo. E finalmente, a capa aí de cima traz chamadas que acabaram não saindo na versão que chegou às bancas, como a dos Mutantes, que deve ter ficado para o próximo número.

2 comentários:

B0bY disse...

Eu não vou comprar, nunca me agradei muito dessas revistas desse tipo. Nela eles dão a soluão pra a terrível pergunta "O Acre existe mesmo?"

E a Gisele é uma tetéia! ]]]

Marlo disse...

Ainda não vi, devo estar muito míope mesmo. Só não sei se vai dar pra colecionar as duas, ela e a Bizz...