domingo, julho 30, 2006

SUPERMAN O RETORNO

Photobucket - Video and Image Hosting

Finalmente assisti na última quarta-feira Superman O Retorno. Farei uma breve exposição do que achei da película, até porque vários já falaram sobre ele, e melhor que eu, então vai ser curtinho isso aqui (pelo menos assim planejo). Bem, vamos lá.
Para começar, gostei do filme, gostei mesmo. Visualmente ele beira a perfeição. As cenas de ação foram executadas muitíssimo bem. Aquela onde o Super salva o avião onde estava Lois já é clássica. Eu devo ter ficado com a expressão “Caralho!” no cinema, hehehe. Outra, onde ele ‘joga’ o continente criado por Luthor no espaço, e cai exausto na Terra, é outro momento fantástico. As cenas onde mostram o herói voando ficaram ótimas, bem realistas, exibindo uma mobilidade maior do ator comparando aos filmes antigos. Isso sem falar do supersopro, visão de raios-X, invulnerabilidade e os demais poderes do personagem, todos bem executados pelo departamento de efeitos especiais.
O novato Brandon Routh surpreendeu. Com uma missão dificílima pela frente, viver o herói mais icônico de todos os tempos, e depois desse herói ter encontrado sua encarnação perfeita na pele do ator Christopher Reeve, ele interpretou muito bem tanto o Superman quanto sua identidade civil, Clark Kent. Kevin Spacey também fez bem sua parte como Lex Luthor, mostrando um lado meio maníaco do vilão. Kate Bosworth, como Lois Lane, é apenas razoável, mas não chega a atrapalhar (e ela é bem mais bonita que sua antecessora no cinema). O noivo de Lois (vivido por James Marsden, que deve ter pensado: “e eu me contentando em ser o bostinha do Ciclope”, hehehe) faz o básico ‘boa praça’. Jimmy Olsen é igualzinho como no gibi, ficou perfeito. Parker Posey, como a ajudante de Lex, tem ótimas tiradas.
Quanto ao roteiro, vi muitos falarem que o filme era excessivamente romântico. Não achei isso. Ele não é mais, digamos, ‘mela-cueca’ que Superman II. E essa relação entre o herói e Lois foi sempre presente nos gibis, então o Singer não inventou nada. Então creio que o filme é bem balanceado entre a ação e esse lado romântico. E se a história não tem o impacto de um Batman Begins, para ficar nas adaptações mais recentes de personagens dos quadrinhos, ela é boa o suficiente para prender o espectador na cadeira.
Enfim, Bryan Singer conseguiu fazer um grande filme, melhor dizendo, um filme grandioso sobre um dos maiores ícones modernos, criou algumas cenas antológicas, não deixou o fantasma de Christopher Reeve interferir no trabalho de Routh (aliás, outro ponto positivo foi não deixar patético um homem com ceroulas por fora da calça, algo difícil para as novas gerações engolirem; o uniforme ficou perfeito) e tem tudo para ressuscitar a franquia do personagem na telona, que parecia fadado ao esquecimento, nessa época de heróis cascas-grossas como Wolverine. Junto a Batman Begins e X-Men II, Superman O Retorno forma a tríade máxima dessa nova leva de filmes de heróis fantasiados.
É, acabou ficando maior que planejava. Bem, vai ficar assim mesmo...

7 comentários:

Menina Enciclopédia disse...

Olá Paranoid!
vc esteve no meu blog e eu nem tive tempo de visitá-lo! Desculpe! estou fazendo isso hj!
Eu não vi ainda esse filme, achei q seria igualzinha do do Reeve, mas pelo q vc diz tem muita coisa diferente rs e outra: eu queria q vc o Clark da série rs já tinha me acostumado com ele rs
beijo e obrigada pela visita!

Menina Enciclopédia disse...

percebi, pelos posts q vc é super fã de quadrinhos, né?

Rodrigo disse...

Concordo com quase tudo que você escreveu, mas acho que uma falha do filme foi o reencontro entre Clark e sua mãe ter sido tão rápido e frio, muito diferente da relação deles que estamos acostumados a ver. Outra foi o final, que ficou muito arrastado, não havia tanta necessidade daquele dramalhão. Mas ainda assim ficou muito bom.

Gerlande Diogo disse...

Não é um filme perfeito, mas é bom.

Reginaldo Yeoman disse...

O filme é um bom começo e isso já está de bom tamanho!

Anônimo disse...

I found some search engines.
But i dont understand the type it.

levitra
phentermine
carisoprodol

Anônimo disse...

Excellent, love it! » » »