sexta-feira, julho 28, 2006

LETRA TRADUZIDA

METALLICA
ONE
UM

I can’t remember anything
Não lembro de nada
Can’t tell if this is true or dream
Não posso dizer se isso é verdade ou sonho
Deep down inside I feel to scream
Bem lá no fundo sinto um grito
This terrible silence stops me
Esse silêncio terrível me interrompe

Now that the war is through with me
Agora que a guerra acabou comigo
I’m waking up, I cannot see
Estou acordando, não consigo ver
That there’s not much left of me
Que não sobrou muito de mim
Nothing is real but pain now
Nada é real agora, a não ser a dor

Hold my breath as I wish for death
Prendo minha respiração porque desejo a morte
Oh, please, God, wake me
Oh, Deus, por favor me acorda

Back in the womb, it’s much too real
De volta ao útero, é real demais
In pumps, life that I must feel
Bombeando a vida que eu devo sentir
But can’t look forward to reveal
Mais não posso ansiar pela revelação
Look to the time when I’ll live
Olhar para o tempo em que irei viver

Fed through the tube that sticks in me
Alimentado pelo tubo que me penetra
Just like a wartime novelty
Feito uma aberração da guerra
Tied to machines that make me be
Atado a máquinas que me fazem existir
Cut this life off from me
Tire essa vida de mim

Hold my breath as I wish for death
Prendo minha respiração porque desejo a morte
Oh, please, God, wake me
Oh, Deus, por favor me acorda

Now the world is gone, I’m just one
Agora o mundo acabou, sou apenas um
Oh, God, help me hold my breath
Oh, Deus, me ajuda a prender minha respiração
As I wish for death
Porque desejo a morte
Oh, please, God, wake me
Oh, Deus, por favor me acorda

Darkness imprisoning me, all that I see
Escuridão me aprisionando, tudo que vejo
Absolute horror, I cannot live
Horror absoluto, não consigo viver
I cannot die, trapped in myself
Não consigo morrer, preso em mim mesmo
Body, my holding cell
Corpo, cela que me detém

Landmine has taken my sight
Mina terrestre tirou minha visão
Taken my speech, taken my hearing
Tirou minha voz, tirou minha audição
Taken my arms, taken my legs
Tirou meus braços, tirou minhas pernas
Taken my soul, left me with life in hell
Tirou minha alma, me deixou com a vida no inferno


O Metallica é o maior expoente do thrash metal dos anos 80, uma espécie de vertente mais rápida e agressiva do bom e velho heavy metal do Black Sabbath. “One” faz parte do quarto álbum de estúdio dos caras de São Francisco, “... And Justice For All”, de 1988, que traz a estréia de Jason Newsted no baixo (apesar desse instrumento ter ficado praticamente inaudível na mixagem final), depois da tragédia com Cliff Burton, da qual já falei aqui no S&D. A letra da música fala de um soldado da primeira guerra mundial, que foi ferido e acabou ficando cego, surdo, mudo e, como se isso fosse pouco, também ficou totalmente paralisado. Os autores, o vocalista e guitarrista base James Hetfield e o baterista Lars Ulrich, se inspiraram no livro e filme Johnny Vai A Guerra, de Dalton Trumbo, cujas imagens foram usadas no clipe, o primeiro feito pela banda. Ah, “One” é ótima para você tocar air drums (existe isso?!).

2 comentários:

Joe Ninguém disse...

Cara, sou suspeito pra falar do Metallica, sou grande fã. Nem sei dizer qual minha música favorita.

Anônimo disse...

Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. »