quinta-feira, fevereiro 23, 2006

KEANE – HOPES AND FEARS

Image hosting by Photobucket
Em seu álbum de estréia, este trio britânico nos apresenta uma coleção de boas canções, ora calmas, ora um pouco mais agitadas, todas levadas no piano de Tim Rice-Oxley, na bateria de Richard Hughes e nos vocais de Tom Chaplin. A comparação com Coldplay, que também tem no piano seu diferencial, é inevitável, mas a julgar pela estréia, o Keane tem mais competência que Chris Martin e cia. Músicas como "Somewhere Only We Know", "Everybody´s Changing", "This Is The Last Time" e "Bedshaped", já bastante executadas nas melhores rádios e com clips exibidos pelas MTVs mundo afora, grudam em nossas cabeças instantaneamente, com suas melodias precisas e refrões emocionantes. Outras boas canções são “Bend And Break” e “She Has No Time”. Na verdade, apenas duas músicas são um pouco mais fracas, o que, num álbum com onze faixas, é mais do que positivo, principalmente nesta época onde poucas bandas sobrevivem ao segundo single. Tom Chaplin tem uma voz maravilhosa, que casa com perfeição ao piano de Rice-Oxley, produzindo um daqueles raros álbuns de sua coleção que seus pais não mandarão baixar quando você ouvir no volume 10.

3 comentários:

Gerlande Diogo disse...

Sou fã dessa banda.

Marlo disse...

Gostei de cara e também acho que eles têm mais culhões que o Coldplay. Maravilhoso esse disco. Espero que o segundo mantenha o nível e seja cheio desses hinos que dão vontade de cantar junto.

Karen disse...

Goste do que escreveu. Nunca tinha gostado tanto de uma banda quanto gosto do Keane. Os dois CDs são excelentes. A melodia me encata, e as letras me comovem. Parecem que escreveram pra mim, rs.