segunda-feira, dezembro 03, 2007

20 DISCOS QUE MUDARAM O MUNDO pt.13

(texto extraído da revista ZERO nº 8)


GUNS N´ ROSES
APPETITE FOR DESTRUCTION
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Lançamento: 31 de julho de 1987
Nas paradas: nº 1 no Top 200 da Billboard
Algumas influências: Hanoi Rocks, Aerosmith, Thin Lizzy, Rolling Stones, Sex Pistols, Alice Cooper, Bukowski
Alguns influenciados: Backyard Babies, Manic Street Preachers, Nashville Pussy, D Generation, Marylin Manson

Assim como os Sex Pistols, a banda liderada por Axl Rose cortou as amarras que sustentavam artistas com cabelos bufantes e sapatilhas de lantejoulas. O poser-metal e a disco foram varridas sem dó do mapa com o surgimento de Appetite for Destruction. O hedonismo (como em “Paradise City”), as drogas (“Mr. Brownstone”), a misoginia (“My Michelle”) e o racismo (escutado em “One in a Million”, do EP Lies) voltavam a ser temas inseridos no rock. Os integrantes do Guns já traziam histórias escabrosas antes da formação da gangue. Axl, com 25 anos à época, colecionava em sua ficha criminal prisões por porte de drogas, pequenos furtos e até uma acusação de delinqüência de menores. Duff McKagan (baixo), supostamente, já havia roubado 133 carros, e Steve Adler (bateria) era conhecido por seus abusos de heroína e álcool. Juntos aos guitarristas Slash e Izzy Stradlin assinaram com o selo Geffen, em 1986, e, produzidos por Mike Cline (Heart), despejaram Appetite... em 1987.
O álbum, além de chegar ao primeiro lugar das paradas, emplacou “Sweet Child O´ Mine (#1) e “Paradise City” (#8) entre os singles mais comprados pelos norte-americanos, e até hoje vendeu mais de 13 milhões de cópias. Uma frase em um dos pôsteres de divulgação resume bem o espírito: “ Viciados: somente os fortes sobrevivem”.

Efeitos no Brasil: O Brasil recebeu de braços abertos a banda. Musicalmente, sua influência não foi notada de cara. Três anos mais tarde a MTV brasileira entraria no ar tendo o Guns N´ Roses como seu principal ícone. Atualmente, no underground brasileiro, grupos como o Forgotten Boys revitalizam o som feito pelo grupo.
Enquanto isso...: “Livin On A Prayer”, do Bon Jovi, e “La Bamba“, dos Los Lobos, dividem o topo da parada de singles dos EUA. Cure, Ramones, PIL e Bolshoi tocam no Brasil. O país tem dois campeões brasileiros de futebol: o Flamengo, pela Copa União, e o Sport do Recife, pelo Campeonato Brasileiro “oficial”. Oscar dá a medalha de ouro para o basquete brasileiro nos jogos Pan-Americanos de Indianápolis. O país sofre com a tragédia de Goiânia, o maior acidente já ocorrido no mundo envolvendo o césio.

2 comentários:

Rodrigo disse...

O último grande disco até o lançamento de Nevermind...

The Batman disse...

Melhor viver de flashback do que esperar pelo tal Chinese Democracy. Este disco é mesmo muito bom - e eu nem sou grande fã de hard rock.