terça-feira, fevereiro 20, 2007

NOTAS MUSICAIS

-Depois de se reunir para se apresentar no chatíssimo Grammy, o Police anunciou uma turnê mundial, que irá comemorar 30 anos da banda. A excursão começa em 28 de maio em Vancouver e poderá passar pelo Brasil. Será que o Sting é menos pé no saco sozinho ou acompanhado?! Agora só falta os Smiths voltarem...

-Uns se reúnem, outros se debandam. O vocalista Chris Cornell anunciou sua saída do Audioslave, alegando conflitos de personalidade e diferenças musicais inconciliáveis. O Audioslave surgiu com fama de superbanda, trazendo em sua formação os (bons) músicos do Rage Against The Machine mais Cornell, ex-Soundgarden, uma das grandes bandas da cena de Seattle nos anos 90. Chegaram a lançar três álbuns e ainda fizeram um show histórico na ilha de Fidel. Bem, achei o primeiro disco dos caras excelente, o segundo foi bem meia-boca, e nem me dei ao trabalho de ouvir o terceiro e derradeiro disco. Cornell deverá agora cuidar de sua carreira solo. E os demais integrantes? Bem, tem um show do Rage Against The Machine já marcado para o próximo Festival Coachella, no final de abril.

-Os Arctic Monkeys saíram como os grandes vencedores do Brit Awards, realizado na quinta-feira passada. A banda venceu nas categorias de melhor grupo e de melhor álbum britânico. Enquanto isso o The Killers levou os prêmios de melhor grupo internacional e de melhor álbum internacional.

-Com mais de 35 anos de atraso a Índia irá receber seu primeiro grande show de heavy metal. O Iron Maiden tocará por aquelas bandas em 17 de março, nos jardins de um palácio em Bangalore. O disco dos caras A Matter Of Life And Death é o segundo nas paradas locais. Como seria um Eddie indiano?

6 comentários:

LC Logan disse...

desculpa a propaganda, mas to mesmo na maior correria, e não quero deixar de avisar a todos, então, só quero dizer que o MHQ está devolta ao ar agora com sua versão Web 2.0, aguardo sua visita por lá, espero que curta, e confira tb o resultado do sorteio da HQ em parceria com o HQM Editora...

Gerlande Diogo disse...

Seria ótimo mas acho difícil os Smiths voltarem.

Marlo disse...

Na minha cabeça, Gerlande, não seria ótimo, não. Poucas foram as vezes em que bandas de passado intocável tentaram voltar com repertório inédito e não fizeram merda. Para mim, Morrissey está muito bem em sua parceria com Alain White, um compositor de quase tanto talento quanto Marr, que apenas não está sob os holofotes. Deixa como está: Smiths grandes no passado, Morrissey grande no presente.

Gerlande Diogo disse...

Vc tem razão Marlo. Morrissey possui uma carreira sólida e além disso se a banda acabou é porque não dava mais certo.

Paranoid Android disse...

Eu citei o Smiths só por citar msm, mas tb prefiro que fiquem no passado, e além disso o Morrissey solo vai muito bem obrigado.
Agora um exemplo de banda que voltou bem é o Echo & the Bunnymen, mas a regra é quebrarem a cara.

Marlo disse...

Rapaz, nem me fale, que eu me sinto um rato de ter descoberto o Echo tão tarde (há cerca de quatro anos)! Para você ter uma idéia, um dia desses, meu sobrinho perguntou que música era aquela que eu estava ouvindo, e eu respondi: "é a incrível 'Stormy Weather'. Depois disso, entre nós, o nome da música passou a ser esse, "A Incrível Stormy Weather". (rsrs)