sábado, abril 21, 2007

VÁRIAS COISAS

Em pleno mês onde o S&D completa seu segundo aniversário, é uma pena ele estar meio entregue às moscas virtuais, mas estive ocupado devido ao concurso do TRE (prestado no último domingo) e também aproveitei e levei o computador para a assistência técnica na sexta-feira 13, já que ele precisava urgentemente de uma formatação para voltar a funcionar minimamente bem, além de finalmente instalar um gravador de CD/DVD, e graças a um probleminha na reinstalação do modem (minha velha sorte sempre dá um jeito de atacar), só hoje pude recebê-lo.
Depois de alguns meses de correria estudando basicamente durante todo o dia (e todos os dias), ainda estou colocando minha vidinha besta nos trilhos. Essencialmente isso quer dizer pôr em dia uma pilha de revistas e gibis e, pelamordedeus!, assistir a algum filme (nem lembro mais quando vi o último). Também está na lista de afazeres reorganizar minha coleção de gibis, que ganhou um novo montante aguardando seu recolhimento para os arquivos de terceira idade (uma das coisinhas chatas que aprendi estudando Arquivologia, matéria exigida para a prova; fundamentalmente os documentos que não tem mais utilidade imediata, mas que tem valor histórico e/ou probatório, vão para o arquivo de terceira idade, ou permanente), dar um jeito na bagunça do baú (não é o do Silvio Santos) e realizar tarefas prosaicas como virar o colchão (só lembro quando já estou deitado) e dar uma voltinha de bicicleta para tirar o mofo da pele (se bem que com essa chuva recente nem tentei).

Antes de ir embora, umas coisinhas:
-O programa do Jools Holland não é exibido só na HBO Plus. Toda sexta-feira, às 23 horas, o Film & Arts também o exibe. Vale, vale, vale!
-Vi gente reclamando por a Fox tirar do ar Prison Break para exibir a 6ª temporada de 24 Horas. Como no ano passado, Prison deve voltar ao final de mais um dia para Jack Bauer. Eu achei uma bênção, pois não suportava mais tantos clichês, reviravoltas, eventos inverossímeis e um baita desrespeito com a inteligência do espectador. Férias mais que merecidas. E a 1ª temporada foi tão legal...
-A nova fase da Bizz, que estreou com o Miranda na capa, veio bem a calhar. Nova diagramação, novas seções e textos deliciosos. O Arnaldo Branco já se tornou um dos meus escribas favoritos. Ele é o mesmo autor de matérias recentes (e já antológicas) com Raimundos e Ivete Sangalo (argh!), e agora nos presenteia com sua hilariante descrição dos bastidores do programa Ídolos.
-Tenho ouvido muito Bob Dylan por aqui. Confesso que demorou um pouco para cair a ficha e perceber a qualidade do seu trabalho, então estou recuperando o tempo perdido. Comprei uma coletânea dupla, junto a outros CDs (dedicarei em breve um post para falar de cada um deles), e músicas como “Don’t Think Twice, It’s All Right”, “It Ain’t Me” e “It’s All Over Now, Baby Blue” não me saem da cabeça.
-Yuri (é assim que se escreve?), meu velho, você é sempre bem vindo por aqui.
-A partir da próxima semana as coisas se normalizam por aqui. Prometo.
-Pô, legal esse Word 2007, heim?

2 comentários:

Gerlande Diogo disse...

Tava sumido.

Roquenrou, ouvindo oasis - i hope, i think, i know disse...

Fala, rapá... Boa sorte no resultado do concurso... Já leu a respeito dos boatos sobre o cancelamento (de novo) da bizz? Tomara que não seja verdade, mas as más línguas dizem que não passa de 3 edições... Um abraço. Desistiu do hub? Dá uma passada por lá... Falou.